domingo, 17 de novembro de 2019

humanaesfera básica



Reunimos abaixo os links para nossos textos mais básicos:

Teoria comunista telegráfica (2018)
  (English versionTelegraphic communist theory)
Uma apresentação telegráfica da teoria comunista. Conceitos básicos: propriedade privada, capital, proletariado, luta de classes e comunismo.
Propriedade privada, escassez e democracia (2014)
  (English versionPrivate property, scarcity and democracy)
Descrição básica da sociedade comunista a partir das condições concretas atualmente presentes. Originalmente escrito como uma resposta aos (pseudo)"libertários" que vêem a escassez como uma consagração natural, objetiva e eterna da propriedade privada e do mercado, também descreve uma perspectiva sobre as limitações da democracia em relação à transformação das condições materiais de existência.
Descrição básica da sociedade comunista e de como chegar a ela hoje. Uma resposta à seguinte objeção: "A abundância (superação da escassez) é impossível, uma vez que vivemos em um universo com recursos limitados, não só econômica mas fisicamente; portanto superar a escassez é uma exigência metafísica, absurda, que necessitaria uma automatização total do universo infinito para entregar à cada indivíduo, elevado ao status de um deus, a realização de seus menores caprichos e arbitrariedades."
Condições de existência universalmente interconectadas/interdependentes (2015)
   (English translationUniversally interconnected / interdependent conditions of existencetraduction française: Conditions d’existence universellement interconnectées/interdépendantes)
Este texto procura demonstrar que defender "identidades", "nações", "zonas étnicas", "comunidades", "países", "autarquias", "territórios autônomos" ou "áreas autogeridas" é o mesmo que reivindicar o estabelecimento novas propriedades privadas e, consequentemente, novos capitais e novos estados.O artigo também aborda a questão da irrupção da comunidade humana mundial que suprime a propriedade privada simultaneamente em todo o mundo.
Propriedade privada, substância do Estado (2016)
  (English versionPrivate property, substance of state)
Uma análise detalhada e concisa do que é o estado e como ele funciona. Também apresenta uma história do Estado. 
Contra o patriotismo - abaixo as fronteiras nacionais! (2012)
  (English translationAgainst patriotism - against nationalism - down with the national boundaries!)
"Se a corja vil, cheia de galas, nos quer à força canibais, logo verão que as nossas balas são para os nossos generais." (A Internacional)
Uma crítica à família, bem como às idéias de reformá-la. O artigo também trata das mudanças da família na sociedade capitalista, nas quais há uma crescente subsunção real da reprodução humana ao capital.
PRÁTICA
Greve e produção livre (2014)
  (English versionStrike and free production)
Quando a maioria dos trabalhadores está no setor de serviços, será que a tática de greve ainda faz sentido se o proletariado usa esses serviços em suas vidas cotidianas? Como podemos incentivar a solidariedade de classe neste caso?
  (English versionAgainst the strategy)
Crítica da ideologia da estratégia a partir da perspectiva do conceito de composição de classe.
Por que as greves e manifestações são hoje sistematicamente derrotadas em todo o mundo? (2017) 
Por que? 

ANÁLISES DO CAPITALISMO CONTEMPORÂNEO:

Sobre o capitalismo nacionalizado de Cuba.
Sobre as ilusões quanto à inteligência artificial e renda básica universal.
História social da internet. Também sobre a "internet das coisas", gameficação do comando, UBERização, etc. E as mudanças radicais das condições sociais de vida e de produção que estão acontecendo.

FILOSOFIA

Um breve texto sobre os princípios da ética materialista, nosso poder de mudar as circunstâncias da vida cotidiana e criar e desenvolver nossas capacidades e necessidades.
Artigo filosófico que critica a metafísica da escassez, amplamente utilizada (como "pressuposto inquestionável") para justificar o status quo, a repressão, a troca de mercadorias, o Estado, a exploração, etc. - como uma verdadeira teodicéia, uma justificativa imaginária dos sofrimentos e males do mundo. Mostra como a economia e a ecologia são variações dessa mesma metafísica, radicalizadas pelo fetichismo da mercadoria que permeia a subjetividade na sociedade capitalista moderna. E há um adendo que trata da "dádiva" pré-capitalista.
Contra as recompensas e punições (contra a meritocracia, contra a coerção) (2014)
 (English translationAgainst rewards and punishments (against meritocracy, against coercion))
Texto curto abordando a questão das recompensas e punições, lei, estado de direito, meritocracia e trabalho assalariado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário